Adote uma comunidade, faça sua doação.

Faça uma boa ação! Doe o quanto você puder e quiser. As comunidades brasileiras agradecem.

Learn now how to make a broom pet bottle!

Sempre quis aprender a como fazer uma vassoura de garrafa pet? Essa é a sua chance!

O que é a garrafa pet?

O que é a garrafa pet? Do que ela é feita? Como é produzida? Quais materiais são utilizados? A produção prejudica o meio ambiente? Saiba mais!

Os 3 R's do Meio Ambiente!

Você sabe o que é reduzir, reciclar e reutilizar? Essas três palavras são conhecidas como os 3 r's do meio ambiente. Saiba como pôr em prática no seu dia a dia!

O que é sustentabilidade?

Qual seu conceito? Como ser uma pessoa sustentável? Saiba mais sobre o assunto!

quinta-feira, 3 de abril de 2014

O que é sustentabilidade?


Durante muito tempo, palavras como sustentabilidadeecologia, emissão de poluentes e tratamento de resíduos eram quase que exclusivamente reservadas para os iniciados em ações de defesa do meio ambiente ou pessoas que trabalhassem diretamente em áreas que atuassem nesse nicho. Para muitas empresas, falar em sustentabilidade e em preservação ambiental era, automaticamente, ser tachado como “eco chato” e ser relegado ao ostracismo.
Mas, de alguns anos para cá; com a ocorrência cada vez mais freqüente de graves problemas ligados ao clima e provocados, sem qualquer sombra de dúvidas, pela atuação nefasta do ser humano sobre o planeta em que vive.

Conceito de Sustentabilidade na Sociedade

Assim, no Brasil e no mundo, o conceito de sustentabilidade tomou força e passou a ser debatido com muito mais seriedade e foi adotado, inclusive, por grandes corporações como uma forma de sobressaírem-se num mercado cada vez mais competitivo e ávido por diferenciais que provoquem um “q” a mais capaz de despertar a atenção e a simpatia do consumidor.
Da mesma forma, a constatação pela comunidade científica de que o ritmo de consumo dos recursos naturais existentes no planeta está demasiadamente acelerado e que, a continuar assim, haverá graves repercussões para a continuidade da raça humana; revelou a urgência e a importância de adotarmos práticas e políticas que garantam a sustentabilidade e uma maneira muito mais racional de lidar com o meio ambiente e de usufruir os recursos naturais disponíveis.

O que é Sustentabilidade?

No entanto, sustentabilidade é muito mais do que apenas garantir boas práticas ambientais e controlar a velocidade do consumo dos recursos planetários. Hoje, compreende-se que o conceito de sustentabilidade deve ser olhado por um prisma mais amplo. E que, além do ambiental, a prática da sustentabilidade deve contemplar os aspectos sociais; políticos e econômicos de qualquer projeto empresarial ou agrupamento humano.
Por esse novo prisma, muito mais completo. O ser humano será capaz de entender a real necessidade do enfrentamento de questões multidisciplinares e participativas. Assim, muito além do cuidado com o meio ambiente, para que as políticas de sustentabilidade venham a ter sucesso, devemos ser capazes de conseguir reduzir a pobreza e as desigualdades nas áreas onde atuamos. Pois, submersos na miséria e nas privações, nenhuma comunidade terá ânimo para ater-se a práticas ambientalmente sustentáveis.
Assim, a sociedade deve ser chamada a participar e a erguer-se diante das injustiças e das ações que degradem o ambiente a sua volta e contribuam para sua miséria e sofrimento. Este é; e deve sempre ser, o primeiro compromisso de qualquer política ou projeto que vise à adoção de práticas sustentáveis em qualquer setor ou comunidade; sem isso a participação comunitária se perderá e o fracasso se manifestará justamente no meio ambiente que se tentou proteger.
Desta forma, para que o conceito de sustentabilidade atual seja aplicado a uma determinada área, devem-se levar em consideração todos os aspectos que abrangem esse conceito. Sendo: A sustentabilidade social; a sustentabilidade ecológica; a sustentabilidade econômica; a sustentabilidade espacial; a sustentabilidade político-institucional e a sustentabilidade cultural.
O que fará o interesse de todos despertar e contribuir para o sucesso de qualquer projeto nessa área tão importante.
Texto retirado do site http://www.atitudessustentaveis.com.br.
Imagem retirada do site http://eaesp.fgvsp.br/.

O 3 R's do Meio Ambiente


Em muitos países, inclusive o Brasil, é aplicado o princípio dos 3 R's no gerenciamento dos resíduos sólidos. Esse princípio é o fundamento para os procedimentos, ações, técnicas e tecnologias que visam reduzir a quantidade de resíduos sólidos encaminhados para destinação final.
Os 3 R's são as diretrizes gerais de orientação para procedimentos e atitudes, tanto individuais quanto coletivos de origem pública ou privada, no que concerne ao manejo dos resíduos sólidos com uma visão sustentável. As diretrizes são:
  • Reduzir: reduzir ao máximo a geração de resíduos sólidos ou a sua toxicidade.
  • Reutilizar: utilizar os bens de consumo tantas vezes quanto possível, para o uso a que são destinados primariamente ou outros quaisquer.
  • Reciclar: processar os materiais descartados para que possam retornar ao ciclo produtivo como matérias-primas para as indústrias.
A ordem acima em que são apresentadas as diretrizes é também a ordem hierarquica de importância entre elas. Dessa maneira, reduzir é uma prioridade maior que reutilizar e reciclar, pois é uma medida simples de resultados significativos que demanda pouco gasto financeiro.
Dentre as atitudes que podem ser tomadas para a boa execução das diretrizes podemos citar:
  • Reduzir:
    • Comprar bens duráveis e resistentes.
    • Evitar empacotamentos desnecessários, trazendo sua própria bolsa de compras.
    • Dar preferência às embalagens retornaveis quando houver a opção entre estas e as descartáveis.
    • Preferir produtos com embalagens reciclaveis.
    • Planejar bem as compras a fim de evitar desperdício.
    • Assinar jornais e revistas em conjunto com outras pessoas.
    • Evitar produtos descartáveis.
    • Sempre que possível, substituir o papel comum pelo reciclado.
    • Usar papel higiênico não colorido, sem corantes, feito de papel reciclado.
  • Reutilizar:
    • Separar sacolas, sacos de papel, vidros, caixas e papel de embrulho que podem ser reutilizados.
    • Usar para rascunho o verso de folhas de papel já utilizadas.
    • Utilizar coador de café não descartável.
    • Utilizar guardanapos e toalhas de tecido em lugar dos descartáveis.
    • Pensar em restaurar e conservar bens de consumo antes de jogar fora.
    • Doar roupas, móveis, aparelhos domésticos, brinquedos e tudo mais que possa ser reaproveitado por outros.
    • Levar seu lanche ou almoço em recipientes reutilizáveis e não em involucros plásticos.
    • Utilizar copos de vidro ou plástico não descartável.
    • Não jogar no lixo aparelhos quebrados, pois podem ser reaproveitados em parte ou totalmente.
    • Guardar caixas de papelão ou plástico em casa, mesmo sem uso imédiato, por sempre terem uso no ambiente doméstico e em outros.
  • Reciclar:
    • Fazer compostagem doméstica com os restos de jardim e de cozinha.
    • Separar materiais reciclaveis para entregá-los a programas de coleta seletiva ou vendê-los a comerciantes de sucata.


Texto totalmente retirado do site http://consciencia.wikidot.com.
Imagem retirada do site http://funep.org.br.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Adote uma comunidade, faça sua doação.


Precisamos de doações para o nosso projeto nas comunidades, onde ensinamos o reaproveitamento com garrafas PET, gerando emprego e renda para as comunidades.



Banco- Caixa Econômica Federal
Agencia- 4112
Operação- 013
Conta- 00019800-7
João Telmo M de Aguiar

segunda-feira, 29 de julho de 2013

domingo, 3 de março de 2013

Vendemos também maquina de filetar garrafas.





quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Arvore de Natal 2012- Imbuí





sábado, 10 de novembro de 2012

Arvore de Natal...